Você no centro!

Villa Blue Tree

19 de outubro, São Paulo

Garanta seu ingresso

Você no centro!

Villa Blue Tree

19 de outubro, São Paulo

Comprar Ingresso

Você se coloca no centro de tudo? DEVERIA! Colocar-se no centro, considerar-se a pessoa mais importante da própria vida é o correto. Ao fazer isso, o que enxerga quando olha ao redor? Tem uma visão 360º?

Temos aqui e agora a chance de sermos maiores e melhores, como pessoas e como profissionais. Mais do que um encontro de apaixonados pelo mercado financeiro, será uma grande oportunidade para encontrarmos as companhias certas para nossa jornada! Ninguém é bem-sucedido sozinho!

Sejam bem-vindos à zona de desconforto!

Ninguém é bem sucedido sozinho

“Se quiser ir rápido, vá só. Se quiser ir longe, vá acompanhado” (provérbio africano)

Profissionais vitoriosos em diversas áreas de atuação serão os responsáveis por apresentar ferramentas que nos permitirão escolher a direção correta e então, com esforço e energia, mantermos o foco e determinação para atingirmos nossos objetivos!

Dia(s)

:

Hora(s)

:

Minuto(s)

:

Segundo(s)

Encontre as suas melhores companhias, na vida e na carreira, e leve-as com você!

Palestrantes

Participante Surpresa

Em Breve mais um grande nome para o evento.

Klester Cavalcanti

Klester Cavalcanti é formado em Comunicação Social, com ênfase em jornalismo, pela Universidade Católica de Pernambuco. Ele é considerado um dos melhores jornalistas investigativos do Brasil, tendo trabalhado em importantes veículos de comunicação do país, tais como as revistas Veja e IstoÉ e o jornal Estadão. Klester recebeu prêmios internacionais, como o de Melhor Reportagem Ambiental da América do Sul, conferido pela agência Reuters e pela ICUN (International Union for Conservation of Nature, ou União Mundial para a Natureza) e o Natali Prize, o mais importante prêmio de Jornalismo de Direitos Humanos do mundo. Além disso, também ganhou o Prêmio Vladimir Herzog de Direitos Humanos e o Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo.

O jornalista é três vezes vencedor do Prêmio Jabuti de Literatura, a mais importante premiação da literatura nacional. O primeiro Jabuti foi em 2005 com o livro “Viúvas da Terra”, o segundo em 2007 com “O Nome da Morte” e o terceiro em 2013 com “Dias de Inferno na Síria”. Atualmente, Klester toca alguns projetos pessoais voltado à literatura e ao cinema e também está no comando da revista IstoÉ Dinheiro.

Lais Souza

Lais Souza fez parte da equipe brasileira que disputou os jogos Olímpicos de Atenas, na Grécia, em 2004, e de Pequim, na China, em 2008. Em 2012, ela foi convocada para a seleção brasileira de ginástica artística feminina, mas sofreu uma lesão na mão esquerda durante os treinos e deixou a equipe. Em 2014, quando se preparava para disputar os Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, na Rússia, Lais se chocou com uma árvore na estação de esqui e sofreu grave lesão na coluna cervical. A ex-ginasta está em processo de recuperação da lesão, comemorando cada minivitória enquanto segue com disciplina e foco em seus novos objetivos.

Oscar Schmidt

Oscar Schmidt é o maior nome do basquete masculino no Brasil, considerado um dos maiores jogadores de todos os tempos, mesmo sem ter atuado na NBA. Ainda hoje é considerado o maior pontuador da história do basquete, com 44.044 pontos, recorde extraoficial já que não havia súmulas de todos os jogos de Oscar no Brasil.

Foi nomeado um dos 50 Maiores Jogadores de Basquete pela FIBA e em 2010, incluído no Hall da Fama da FIBA, em reconhecimento ao que jogou em competições internacionais.

Após 32 anos dedicados ao basquete, milhares de horas treinando, jogando e quebrando incontáveis barreiras, ao se aposentar das quadras percebeu que gostaria de transmitir aquilo que aprendeu com o esporte para o maior número de pessoas possíveis, para motivá-las, ajudá-las a sair do status quo e ter força para alcançar os seus sonhos.

Marcos Piangers

  • 300 mil livros vendidos no Brasil, Portugal, Espanha, Inglaterra e Estados Unidos.
  • + 5 milhões de fãs nas mídias sociais.
  • 400 milhões de views nos seus vídeos.
  • Cinco palestras no TEDx, a maior conferência de ideias do mundo.

Crédito Foto: Fábio Jr. Severo

Rafael Cortez

Doutor em Ciência Política pela USP. Professor universitário, é especialista em instituições brasileiras, política comparada e economia política. Na Tendências Consultoria, responde pela análise política.

Jefferson Laatus

Jefferson Laatus é trader profissional e sócio fundador do Grupo LAATUS. Há 18 anos no mercado, é um dos maiores especialistas em dólar no Brasil. Em 2014, com a formação de pequenos grupos interessados em aprender técnicas para operar de forma autônoma no mercado financeiro, fundou a LAATUS Educacional. Atualmente, ministra treinamentos direcionados para mercado futuro de dólar e mercado americano, especialmente em S&P500 e petróleo, com turmas de aproximadamente 500 pessoas. Com uso da técnica chamada tape reading, ao longo dos últimos quatro anos, já capacitou mais de 3.500 alunos. Em 2018, a partir da necessidade e demanda de alunos e ex-alunos para operarem no mesmo espaço físico, fundou a LAATUS Coworking. O local dispõe de 60 posições e de toda a infraestrutura para a operação e acessos ao mercados.

André Perfeito

André Perfeito é economista formado pela PUC/SP e mestre em Economia Política pela mesma instituição onde lecionou no departamento de economia da PUC/SP ao longo de 2010 como professor convidado. Com especialização em econometria pela FIPE faz projeções para os principais agregados econômicos tendo conquistado prêmios pela sua precisão (TOP 5 Banco Central do Brasil, Projeções Agência Estado e terminal Bloomberg). É Economista-Chefe da Necton onde exerce função de economista sell side fazendo a ponte com os clientes institucionais e pessoas físicas elaborando relatórios e projeções. Como economista-chefe também faz o contato institucional da corretora com o Banco Central do Brasil bem como o Ministério da Fazenda. Como economista é constantemente demandado pela mídia especializada e em geral para emitir opinião sobre os mais diversos assuntos tendo artigos publicados nos maiores jornais e revistas do país. Foi eleito economista-chefe do ano pela Ordem dos Economista do Brasil, o mais jovem a receber este prêmio. Viaja o país dando palestras para as mais variadas audiências.

Mônica Waldvogel

Mônica Waldvogel é formada em Jornalismo pela Escola de Comunicação e Artes da USP e começou a carreira como repórter de revistas especializadas em agricultura e comércio exterior. A experiência no jornalismo diário começou em 1982, na extinta TV Manchete, em São Paulo, onde atuou como repórter nas áreas de cultura e economia durante cinco anos. Em 1987, a convite da Rede Globo, assumiu a cobertura econômica do Jornal Nacional em Brasília e permaneceu na emissora até 1992. Neste ano, convidada por Boris Casoy, transferiu-se para o SBT e para a editoria de política. Um novo chamado da Rede Globo, em 1996, trouxe Mônica de volta a São Paulo para assumir o posto de editora-chefe e âncora do Jornal da Globo. No ano seguinte, exerceu as mesmas funções no Jornal Hoje, no Rio de Janeiro e, mais tarde, no Bom Dia São Paulo e na seção paulista do Bom Dia Brasil. Na Rede Globo, participou do projeto Brasil 500 Anos e, na Globo News, atuou como entrevistadora e apresentadora do programa Sem Fronteiras , sobre política internacional. Na Record, nos anos de 2001 e 2002, foi editora-chefe, âncora e comentarista do telejornal Fala Brasil. Como produtora independente, realizou e participou como entrevistadora do talk-show Dois a Um, exibido pelo SBT. Idealizadora do programa Saia Justa exibido pelo Canal GNT, atuou durante 11 anos como responsável pelo conteúdo editorial, apresentação e mediação do debate. Também colabora, como articulista, em diversas publicações e jornais. Na GloboNews em março de 2006, assumiu a bancada paulista do Jornal das Dez. Em 2008 foi convidada para atuar como apresentadora e entrevistadora do programa “Entre Aspas” um programa de debates ao vivo. Atualmente também participa da bancada de jornalistas do programa “GloboNews em Pauta”.

Ronaldo Guimarães

Sócio-diretor do Banco Modal desde 2011, é administrador de empresas pela UFRJ, com MBA em Economia e Finanças na EPGE da FGV-RJ e pós-graduado em Finanças Corporativas pela PUC-RJ e em Finanças pela UERJ. Além disso, possui especialização em Gestão de Recursos na Allianz, na Alemanha.

Administrador de Carteiras autorizado pela CVM e CGA pela Anbima, comandou a gestão de fundos multimercado da Bradesco Asset Management de 2008 a 2011. Também atuou como gestor responsável pelos fundos de renda fixa e multimercado da Concórdia Asset de 2007 a 2008, como co-head da área de trading da Fidúcia Asset de 2006 a 2007 e Trader Senior do Bank of America de 1999 a 2004.

Atualmente é o diretor responsável pelas áreas de wealth management, produtos estruturados, fundos e renda fixa do banco digital modalmais.

Henrique Bredda

Henrique Bredda é sócio fundador e gestor dos fundos da família Black. Formado em Engenharia Naval e Oceânica pela Escola Politécnica da USP, Bredda iniciou sua carreira em 2002 e passou por instituições como Unibanco, Spinnaker Capital Group, Ashmore Brasil, FVF Participações, VentureStar Capital Management. Além disso, Bredda foi sócio fundador da Skipper Investimentos, onde atuou como analista e gestor de renda variável de 2010 a 2013. Gestor de carteira de valores mobiliários autorizado pela CVM.

Bernardinho

Oferecimento modalmais

Como treinador, Bernardinho é um dos maiores campeões da história do voleibol, acumulando mais de trinta títulos importantes em 22 anos de carreira dirigindo as seleções brasileiras feminina e masculina.

Entre 2001 e 2017, foi o técnico da Seleção Brasileira de Voleibol Masculino, tendo conquistado dois ouros olímpicos (2004 e 2016), três Campeonatos Mundiais, duas Copas do Mundo, três Copas dos Campeões e oito Ligas Mundiais.

Conjuntamente à sua passagem pela Seleção Brasileira de Voleibol Feminino, Bernardinho conquistou seis medalhas olímpicas consecutivas (de 1996 em Atlanta a 2016 no Rio de Janeiro): dois bronzes, duas pratas e dois ouros.

Como empresário, possui diversos empreendimentos de sucesso, incluindo a maior rede de academias de América Latina, bem como projetos sociais como o Instituto Compartilhar, que visa desenvolver jovens de comunidades carentes por meio do esporte além da Escola de Vôlei Bernardinho – que incentiva a prática do voleibol infantil com valores fundamentais para a formação de um cidadão.

É autor dos livros:

  • – Bernardinho – Cartas a um jovem atleta
  • – Determinação e Talento: O caminho da Vitória
  • – Transformando Suor em Ouro

Veja como foi o Laatus Summit 2018

Agenda

Apresentação: Jefferson Laatus e Klester Cavalcanti

07:30 – 08:50: Credenciamento e Café da Manhã

09:00 – 09:10: Abertura Oficial

09:10 – 10:10: Palestra Lais Souza

10:30 – 12:00: Palestra Marcos Piangers

12:00 – 13:30: Almoço

13:40 – 14:30: Painel com alunos

14:35 – 15:35: Palestra Oscar Schmidt

15:40 – 17:00: Painel Político / Econômico

17:10 – 18:30: Palestra Bernardinho (oferecimento modalmais)

18:30 – 18:40: Encerramento

19:00 – 23:00: Coquetel de Encerramento

Ingressos

Serviços Incluídos

Welcome Coffee

Almoço

Festa de Confraternização

Local

Laatus Summit 360°

Villa Blue Tree
R. Carmo do Rio Verde, 266 – Jardim Caravelas
São Paulo – SP, 04729-010, Brasil

Informações

Data: 19/10/2019
Horário: 7:30 às 23:00

Endereço

R. Carmo do Rio Verde, 266 – Jd. Caravelas, São Paulo

Dúvidas

E-mail: summit@laatus.com.br
Telefone: (11) 2478-2744

O Laatus Summit 360° só é possível graças ao patrocínio de

Apoio

Realização

Risk Disclosure: Futures and forex trading contains substantial risk and is not for every investor. An investor could potentially lose all or more than the initial investment. Risk capital is money that can be lost without jeopardizing ones’ financial security or life style. Only risk capital should be used for trading and only those with sufficient risk capital should consider trading. Past performance is not necessarily indicative of future results.

Hypothetical Performance Disclosure: Hypothetical performance results have many inherent limitations, some of which are described below. no representation is being made that any account will or is likely to achieve profits or losses similar to those shown; in fact, there are frequently sharp differences between hypothetical performance results and the actual results subsequently achieved by any particular trading program. One of the limitations of hypothetical performance results is that they are generally prepared with the benefit of hindsight. In addition, hypothetical trading does not involve financial risk, and no hypothetical trading record can completely account for the impact of financial risk of actual trading. for example, the ability to withstand losses or to adhere to a particular trading program in spite of trading losses are material points which can also adversely affect actual trading results. There are numerous other factors related to the markets in general or to the implementation of any specific trading program which cannot be fully accounted for in the preparation of hypothetical performance results and all which can adversely affect trading results.